RECONFIGURAÇÃO DO TABULEIRO E REALINHAMENTOS ESTRATÉGICOS

  • Cel R1 Enio Moreira Azzi
  • Cel R1 Sylvio Pessoa da Silva

Resumo

Desde a formulação dos arranjos westphalianos, a ordem internacional é fundamentada em um sistema de estados soberanos, considerando como seus elementos constitutivos: territorialidade delimitada e reconhecida, população permanente, governo aceito e poder soberano. O sistema atual tem raízes profundas na ordem mundial estabelecida após as Guerras Mundiais e foi remodelado com o fim da Guerra Fria. A (re)emergência de outros atores globais desafia a governança do poder hegemônico atual, que, após um período de certa estabilidade, tem suas bases afetadas pela intervenção militar russa em uma das ex-repúblicas soviéticas. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar os efeitos da Guerra na Ucrânia na reconfiguração do tabuleiro internacional e o realinhamento estratégico decorrente do reposicionamento dos Estados face ao conflito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cel R1 Enio Moreira Azzi

Oficial de Infantaria da Reserva Remunerada do Exército Brasileiro; Bacharel em Ciências Militares (AMAN, 1983); Doutor em Ciências Militares (ECEME, 1998), Graduado em História pela UFMG (2021). Pós-graduado em Gerência Executiva de Logística e Transporte (Universidade de MIAMI-EUA, 2006).

Cel R1 Sylvio Pessoa da Silva

Oficial do Serviço de Intendência da Reserva Remunerada do Exército Brasileiro (AMAN,1990); Mestre em Operações Militares (EsAO, 1998) e Mestre em Ciência Militares (ECEME, 2006). Especialista em Logística Empresarial – MBA, pela FGV (2010).

Publicado
2022-05-02