Estudo de metodologia não invasiva para identificação humana a partir de amostras de saliva em papel FTA® classic

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ludmila Alem
Caleb Guedes Miranda dos Santos
Marcos Dornelas Ribeiro
Dayse Aparecida Silva
Tatiana Lucia Santos Nogueira

Resumo

Introdução: A análise do material genético desempenha papel essencial nas investigações forenses para a resolução de casos. O estudo da Genética Forense torna-se necessário para o aprimoramento das metodologias utilizadas e melhoria nos serviços prestados à sociedade. Para fins de identificação humana, o uso do DNA nuclear é extensivamente descrito na literatura, assim como os protocolos para sua análise. O DNA mitocondrial representa o genoma extra nuclear da célula de metazoários e apresenta características que lhe conferem grande aplicabilidade na investigação forense nas situações onde a quantidade de DNA autossômico disponível é baixa e limitada. Outra questão de importância é o armazenamento das amostras biológicas a serem analisadas. Atualmente esse processo pode ser otimizado com a utilização de cartões FTA® Classic, que consistem no armazenamento de DNA em uma matriz sólida quimicamente tratada, assegurando a preservação prolongada do material genético. Além de tal aplicabilidade, as amostras biológicas transferidas para os cartões FTA® Classic permitem a elaboração de bancos de dados para fins de comparação com amostras provenientes de cenas de crime.
Objetivo: Propor uma padronização de metodologia prática e econômica para amplificação direta de DNA mitocondrial proveniente de amostras biológicas de saliva armazenadas em cartão FTA® Classic.
Conclusão: Os resultados demonstram que há uma limitação técnica inerente aos cartões FTA® Classic no que se refere à recuperação do DNA armazenado. O armazenamento de saliva em cartões FTA® Classic para subsequentes análises de mtDNA possivelmente não deve ser recomendado, dada a baixa quantidade de DNA amplificável recuperada de tal matriz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Ludmila Alem

Biomédica – Habilitação em Biociência Legal (UFRJ); Mestranda em Ciências da Faculdade de Ciências Médicas (UERJ).

Caleb Guedes Miranda dos Santos

Capitão Farmacêutico; Adjunto à Subdivisão de Pesquisa e Biodefesa do Instituto de Biologia do Exército; Doutor em Ciências Biológicas – Biofísica (UFRJ).

Marcos Dornelas Ribeiro

Major Farmacêutico; Chefe da Subdivisão de Pesquisa e Biodefesa do Instituto de Biologia do Exército; Membro da Comissão de Biossegurança do Ministério da Defesa; Membro da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança - CTNBio; Doutor em Ciências Biológicas – Microbiologia (UFRJ).

Dayse Aparecida Silva

Professora Adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Doutora em Biologia – Biociências Nucleares (UERJ).

Tatiana Lucia Santos Nogueira

Major Farmacêutica; Chefe da Seção de Genética do Instituto de Biologia do Exército; Mestre em Patologia – Análises Clínicas (UFF); Doutoranda em Biociências – Genética Molecular e Biotecnologia (UERJ).