Síndrome de Fahr relato de caso

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Cínthia Guedes Chaves
Hugo da Cunha Dias
Mayra Vargas de Toledo Rocha Silva
Vanessa Granado Vanessa Granado Vanessa Granado

Resumo

Introdução: A síndrome de Fahr é uma entidade rara, caracterizada pelo achado radiológico de calcificações simétricas em núcleos da base, núcleos denteados do cerebelo e centro semioval, associados a sintomas neurológicos e neuropsiquiátricos inespecíficos. Pode estar associada a patologias diversas, sejam infecciosas, metabólicas (ligadas ao metabolismo do cálcio) ou genéticas, ou mesmo estar associada à senilidade.
Objetivos: Explorar os aspectos clínicos e, sobretudo, radiológicos de um caso de síndrome de Fahr, contribuindo na divulgação de seus achados de imagem característicos, especialmente na tomografia computadorizada de crânio (TCC).
Materiais e Métodos: Apresenta-se aqui um relato de caso de um diagnóstico incidental de síndrome de Fahr, em paciente com história de paresia e sintomas depressivos.
Resultados: Foram visualizadas, na TCC, exuberantes calcificações, de aspecto linear e radial, localizadas simetricamente nos núcleos denteados do cerebelo, substância branca periventricular (incluindo centro semioval), bem como em núcleos da base, sugerindo o diagnóstico de sídrome de Fahr.
Conclusão: O caso apresentado consiste em achado incidental de alterações tomográficas características da síndrome de Fahr frente a sintomas neurológicos e psiquiátricos inespecíficos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Cínthia Guedes Chaves

Aluno da Pós Graduação Latu Sensu em Radiologia do Hospital Central do Exército.

Hugo da Cunha Dias

Aluno da Pós Graduação Latu Sensu em Radiologia do Hospital Central do Exército.

Mayra Vargas de Toledo Rocha Silva

Aluno da Pós Graduação Latu Sensu em Radiologia do Hospital Central do Exército

Vanessa Granado Vanessa Granado Vanessa Granado

Médica Radiologista do Hospital Central do Exército.