Revista Científica Fundação Osório (ISSN:2526-4818) http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo <div id="journalDescription"> <p style="text-align: justify;">A <strong>Revista Científica Fundação Osorio (<a href="https://portal.issn.org/resource/ISSN/2526-4818#" target="_blank" rel="noopener">ISSN: 2526-4818</a>)</strong> é uma publicação eletrônica dirigida pelo corpo docente da <a href="http://www.fosorio.g12.br/" target="_blank" rel="noopener"><strong>Fundação Osorio</strong></a> (Instituição Federal de Ensino vinculada ao Ministério da Defesa), tendo por objetivos divulgar e promover a produção acadêmica de atividades de pesquisa, ensino e extensão. Contempla um contexto de abordagem transdisciplinar e interdisciplinar. A missão é ser um canal de divulgação de trabalhos produzidos pelos docentes da Fundação Osorio e também por docentes e pesquisadores de outras instutuições do Brasil e do exterior. Possui periodicidade anual. Estamos indexados nas seguintes bases: ROAD-ISSN, Google Scholar, SEER-Ibict, Diadorim, Latindex, Sumários, Livre e ResearchBib.</p> </div> pt-BR Revista Científica Fundação Osório (ISSN:2526-4818) 2526-4818 Palavras do Presidente da Fundação Osorio http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3356 Luiz Sérgio Melucci Salgueiro Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 PRINCÍPIOS KANTIANOS DA LIDERANÇA DE OSORIO, UM TARIMBEIRO POR EXCELÊNCIA http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3357 <p>Este artigo traz uma reflexão acerca dos fundamentos da liderança de um dos maiores líderes militares que o exército brasileiro já possuiu: o Marechal Manoel Luís Osorio. Para isso, traça um paralelo com um dos maiores teóricos da Ética no período do Iluminismo Alemão: o filósofo Immanuel Kant, que produziu suas obras quase um século antes da Guerra da Tríplice Aliança. Assim, utilizando os fundamentos da Ética deontológica de Kant, analisa a frase: “Soldados! É fácil a missão de comandar homens livres, basta mostrar-lhes o caminho do dever.”, proferida na Ordem do Dia do Marechal Manoel Luís Osorio, às vésperas do ataque ao Passo da Pátria.</p> Saulo Freire Landgraf Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 1 15 O USO DA FERRAMENTA SISCOFIS NA GESTÃO DE MATERIAIS DO 22º BATALHÃO DE INFANTARIA DO EXÉRCITO http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3358 <p>O Sistema de Controle Físico constitui a única ferramenta utilizada pelas mais de 1300 unidades do Exército Brasileiro no controle patrimonial de seus bens. Desenvolvido e aprimorado por órgão interno da força terrestre, tem nesses 18 anos de existência, subsidiado de forma eficiente as tomadas de decisões de seus gestores. Este trabalho tem por objetivo analisar o uso desta ferramenta de gestão, nos processos de planejamento, aquisição, estocagem, distribuição, depreciação e descarga de materiais de consumo e permanentes; junto as instalações do 22º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro situado na cidade de Palmas – TO. A análise utilizou-se da metodologia de pesquisa exploratória baseada em levantamentos bibliográficos com base em estudos, manuais e legislações já existentes. Observou-se com o referido estudo a relevância da ferramenta ao manter a capacidade operacional da Organização Militar no transcorrer dos anos. E conclui-se, que muito mais que uma simples ferramenta de registro de bens patrimoniais, o Sistema de Controle Físico é indispensável para as tomadas de decisões nos níveis operacionais, táticos e estratégicos da força terrestre com maior assertividade e tempestividade.</p> Luiz Fernando Silva Miorini Rodrigo Soares de Carvalho Wanderson Santana Rocha Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 16 36 INTERNET, VILÃ OU MOCINHA? UMA NAVEGAÇÃO PELA GRANDE REDE http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3359 <p>Desde o surgimento da primeira rede de computadores a ARPANET (<em>Advanced</em> <em>Research Projects Agency</em>), criada pelo Departamento de Defesas dos Estados Unidos, no ano de 1962, que a ideia de se ter a possibilidade de comunicação entre computadores vem se aprimorando. Este artigo se propõe a mostrar a necessidade de se saber como utilizar a Internet para pesquisas, redes sociais, entretenimentos sem correr risco de cair em “<em>ghost sites</em>” (sites fantasmas), de ter os seus dados capturados por pessoas desconhecidas. De um modo geral, mostrar os perigos que se escondem na Internet quando uma criança, adolescente ou adulto a utilizam. Mostrar que existem áreas obscuras na Internet, tais como a “<em>Deep</em> <em>Web</em>” e a “<em>Dark</em> <em>Net</em>” onde se pode encontrar muita coisa ruim. E alertar aos pais e responsáveis sobre como deve ser a utilização de computadores por crianças e adolescentes.</p> Mário Eduardo Coutinho de Oliveira Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 37 50 PNE (2014-2024): RUMO A UM SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO? http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3360 <p>O artigo tem como objetivo discutir sobre o Plano Nacional de Educação 2014-2024, na perspectiva de uma política educacional com a finalidade da criação de um Sistema Nacional de Educação pactuado com todos os entes federados, para tanto nos valemos de uma reflexão inicial sobre o que seria um sistema, tomando como exemplos o SISNAMA e o SUS. Para melhor entendimento do tema estudado analisamos o percurso histórico da criação, discussão e implantação dos Planos Nacionais de Educação desde a década de 30 do século passado até os dois últimos. Utilizamos como metodologia as pesquisas bibliográfica e documental. Iniciamos com a retrospectiva histórica dos planos nacionais de educação, na sequência abordamos o Plano Nacional da Educação – PNE (2001-2011), em seguida o atual PNE, enfatizando os aspectos quanto ao direcionamento para a criação de um Sistema Nacional de Educação na forma da Lei n° 13.005/2014. Finalizamos identificando no PNE (2014-2024) os possíveis avanços, os limites e algumas perspectivas quanto à criação do Sistema Nacional de Educação.&nbsp;</p> Genivaldo Cruz Santos Avelar Luiz Bastos Mutim Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 51 62 A SIMULAÇÃO DE MODELOS DIPLOMÁTICOS E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O CAMPO EDUCACIONAL http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3363 <p>Este artigo apresenta pesquisa realizada com 12 delegados de um modelo diplomático do Rio de Janeiro. Por meio de entrevista semiestruturada, os dados obtidos revelaram que os delegados atribuíram à sua participação em simulações diplomáticas a facilidade para negociar e falar em público como consequência das suas experiências delegando, o que os diferenciam em uma possível entrevista de emprego. Além disso, acredita-se que a participação nessas simulações contribuem para o desenvolvimento pessoal e acadêmico, bem como para o aperfeiçoamento da oratória, da negociação e da socialização. Considera-se relevante que mais pesquisas sejam realizadas com o objetivo de melhor investigar as contribuições de modelos diplomáticos para o campo educacional.&nbsp;</p> Leonardo Luis Costa e Silva Giorno Vitor Pereira Laprovita Amaziles de Oliveira de Almeida Joana Pinto Scorza Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 63 74 PRODUÇÃO DE BIO-ÓLEO POR PIRÓLISE CATALÍTICA DE ÓLEOS VEGETAIS http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3364 Octávio dos Santos Gouveia Filho Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1 EDUCAÇÃO AMBIENTEL ATRAVÉS DO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO DE ATITUDES E VALORES ATRAVÉS DO ENSINO DE PILHAS E BATERIAS http://ebrevistas.eb.mil.br/index.php/rcfo/article/view/3365 Diego da Silva Bezerra Copyright (c) 2020-02-06 2020-02-06 4 1