O ENSINO POR COMPETÊNCIAS APLICADO NA APRENDIZAGEM DO IDIOMA PORTUGUÊS PARA MILITARES ESTRANGEIROS

  • FABIO DA SILVA PEREIRA
  • JANIARA DE LIMA MEDEIROS
Palavras-chave: Aulas-passeio. Português para militares estrangeiros. Ensino por competências. Habilidades linguísticas. Exército Brasileiro.

Resumo

Este trabalho pretende analisar a metodologia da educação por competências no ensino do idioma português como segunda língua através de contextualizações em aula extraclasse. A pesquisa foi aplicada durante o Curso de Português para Militares Estrangeiros (CPME) – com 8 (oito) meses de duração e no Estágio do Idioma Português e  Ambientação (EIPA) – com 2 (meses) meses de duração, ambos oferecidos pelo Centro de Idiomas do Exército (CIdEx) com o objetivo de preparar Militares das Nações Amigas (MNA) para realizarem outros cursos militares no Brasil. Com a proposta educacional de inserção na língua portuguesa, na cultura brasileira e ambientação na cultura das Forças Armadas do Brasil, a língua portuguesa é mediada de forma contextualizada. Nesse sentido, as habilidades linguísticas  (compreensão auditiva, expressão oral, compreensão leitora e expressão escrita) são praticadas em ambientes históricos e turísticos oportunizando a interdisciplinaridade e ultrapassando as competências técnicas do ensino do idioma e da história militar. Os docentes atuam como mediadores das atividades através das quais buscam incentivar a autonomia, a reflexão, a proatividade e a criatividade. Como resultados, observamos a quebra de paradigmas presentes no ensino militar tradicional ao permitir uma mudança cultural por meio de uma visão ampla das disciplinas curriculares. A integração de conhecimentos possui alinhamento às ideias de Perrenoud (1999) ao apresentar-nos a construção das competências através do confronto regular e intenso com situações complexas e reais que permitam mobilizar distintos recursos cognitivos. Este trabalho tem, portanto, como objetivo principal, discutir as competências desenvolvidas através das aulas fora do ambiente tradicional (aulas - passeio) e justifica-se pela necessidade de inclusão dos militares estrangeiros em missão no Brasil à ambientação cultural, em todos os aspectos, ao universo brasileiro. A relevância desse trabalho se dá na oportunidade da sua aplicabilidade imediata nos espaços existentes em que a linguagem em movimento integra outras culturas,áreas de conhecimentos e subjetividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-10-25
Seção
Artigos