Sedação em paciente com estenose traqueal para colocação de tubo T de Montgomery relato de caso

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Lucas Bartholomeu Campos Barra
Bruno Romualdo e Silva
João Luiz Oyarzabal Giotti
Gisèle Passos da Costa Gribel

Resumo

Introdução: A utilização do tubo em T de silicone de Montgomery possui inúmeras vantagens sobre a traqueostomia convencional sendo uma excelente alternativa para tratamento de pacientes portadores de estenose subglótica ou de traquéia, e sua colocação é sempre um desafio para o Anestesiologista devido à dificuldade do manuseio das
vias aéreas.
Objetivo: Avaliar a aplicabilidade da sedação em paciente submetido à cirurgia para colocação de tubo em T de Montgomery.
Materiais e métodos: É um estudo tipo relato de caso clínico de paciente jovem portador de estenose de traquéia por intubação orotraqueal prolongada devido acidente com motocicleta, submetido a sedação para introdução de tubo em T de Montgomery para posterior tratamento definitivo com a ressecção cirúrgica da estenose e reconstrução.
Discussão: Frente à pacientes portadores de estenose subglótica ou de traquéia submetidos a procedimentos cirúrgicos para correção dessas patologias, tendo em vista a dificuldade de manuseio das vias aéreas durante a anestesia, a sedação bem conduzida pelo Anestesiologista se torna uma técnica eficaz e segura.
Conclusão: O conhecimento das diversas técnicas anestésicas é de fundamental importância para o sucesso no tratamento de pacientes com patologias traqueais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Lucas Bartholomeu Campos Barra

1º Tenente Médico do Hospital Central do Exército; Aluno da Pós-graduação Lato sensu em Anestesiologia do Hospital Central do Exército. 

Bruno Romualdo e Silva

1º Tenente Médico do Hospital Central do Exército; Aluno da Pós-graduação Lato sensu em Anestesiologia do Hospital Central do Exército. 

João Luiz Oyarzabal Giotti

1º Tenente Médico do Hospital Central do Exército; Aluno da Pós-graduação Lato sensu em Anestesiologia do Hospital Central do Exército. 

Gisèle Passos da Costa Gribel

Mestre em Ciências Médicas. Coordenadora da Pós-graduação Lato sensu em Anestesiologia do Hospital Central do Exército. Chefe do Centro de Ensino e Treinamento em Anestesiologia do Hospital Central do Exército.