O USO DA FERRAMENTA SISCOFIS NA GESTÃO DE MATERIAIS DO 22º BATALHÃO DE INFANTARIA DO EXÉRCITO

  • Luiz Fernando Silva Miorini Exército Brasileiro
  • Rodrigo Soares de Carvalho Universidade Federal do Tocantins
  • Wanderson Santana Rocha Universidade Federal do Tocantins
Palavras-chave: SISCOFIS, Gestão Pública, Gestão de Materiais, Patrimônio

Resumo

O Sistema de Controle Físico constitui a única ferramenta utilizada pelas mais de 1300 unidades do Exército Brasileiro no controle patrimonial de seus bens. Desenvolvido e aprimorado por órgão interno da força terrestre, tem nesses 18 anos de existência, subsidiado de forma eficiente as tomadas de decisões de seus gestores. Este trabalho tem por objetivo analisar o uso desta ferramenta de gestão, nos processos de planejamento, aquisição, estocagem, distribuição, depreciação e descarga de materiais de consumo e permanentes; junto as instalações do 22º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro situado na cidade de Palmas – TO. A análise utilizou-se da metodologia de pesquisa exploratória baseada em levantamentos bibliográficos com base em estudos, manuais e legislações já existentes. Observou-se com o referido estudo a relevância da ferramenta ao manter a capacidade operacional da Organização Militar no transcorrer dos anos. E conclui-se, que muito mais que uma simples ferramenta de registro de bens patrimoniais, o Sistema de Controle Físico é indispensável para as tomadas de decisões nos níveis operacionais, táticos e estratégicos da força terrestre com maior assertividade e tempestividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Fernando Silva Miorini, Exército Brasileiro

Pós-graduando em Gestão Pública pela Universidade Federal do Tocantins

Rodrigo Soares de Carvalho, Universidade Federal do Tocantins

Pós-graduando em Gestão Pública pela Universidade Federal do Tocantins 

Wanderson Santana Rocha, Universidade Federal do Tocantins

Professor da Universidade Federal do Tocantins 

Publicado
2020-02-06
Seção
Artigos