MODELOS DE GESTÃO ESCOLAR E A PERCEPÇÃO DE GESTORES SOBRE OS ALUNOS: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A FUNDAÇÃO OSORIO E O INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE CAMPUS CABO FRIO

  • Lenon Araújo de Matos Instituto Federal Fluminense-Cabo Frio
  • Leonardo Luís Costa e Silva Giorno Fundação Osorio
  • Mariana Calife Nóbrega Nóbrega Pontifícia Universidade Católica do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: gestão escolar, liderança educacional, Fundação Osório, IFF – Cabo Frio

Resumo

O presente artigo tem por objetivo identificar incialmente o perfil dos alunos de duas instituições federais de ensino– a Fundação Osorio e o Instituto Federal Fluminense campus Cabo Frio – para poder conhecer a percepção que os gestores possuem sobre os discentes e os possíveis desdobramentos que isso representa para o campo educacional. Para tal, aplicaram-se dois surveys: um, à equipe gestora e outro, aos alunos. De posse dos resultados, utilizamos a literatura sobre gestão escolar para analisar os dados da pesquisa. Ao avançarmos nas análises, foi possível perceber pontos de concordância entre gestores e alunos, além de observarmos certa “racionalidade técnica”, apontada por estudos anteriores, especialmente em gestores ligados às atividades-meio

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-27
Como Citar
de Matos, L. A., Costa e Silva Giorno, L. L., & Nóbrega, M. C. N. (2020). MODELOS DE GESTÃO ESCOLAR E A PERCEPÇÃO DE GESTORES SOBRE OS ALUNOS: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A FUNDAÇÃO OSORIO E O INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE CAMPUS CABO FRIO. Revista Científica Fundação Osorio (ISSN:2526-4818), 5(1), 36-57. Recuperado de http://ebrevistas.eb.mil.br/rcfo/article/view/6764
Seção
Artigos